Trump se recusa a aceitar derrota

Na semana passada, o mundo todo acompanhou a apuração das eleições norte-americanas. Os votos antecipados foram liberados dois meses antes, no dia 18/09, e os eleitores que optaram por votar presencialmente foram as urnas no dia 03/11. Mas, o resultado veio apenas no último sábado (7).

A disputa entre Joe Biden e Donald Trump foi considerada histórica:

  • Foi o maior número de votos antecipados da história. Mais de 90 milhões de americanos enviaram cédulas com votos desde setembro.
  • Joe Biden foi eleito com mais de 77 milhões de votos, se tornando então o presidente com maior número de votos da história.
  • Biden também é o presidente mais velho assumir o posto na Casa Branca.
  • Os EUA terão pela primeira vez na história uma mulher ocupando o cargo da vice presidência. Além do gênero, Kamala Harris entrou para a história por ser negra e filha de imigrantes.
  • O atual presidente, Donald Trump, não aceitou a derrota, e está recorrendo a suprema corte. Trump alegou que “as eleição está longe do fim”.

Mesmo antes do resultado, Trump já havia entrado na justiça para interromper a contagem de votos em Michigan, Filadélfia e Geórgia, afirmando haver fraude nas eleições. Após o anúncio da vitória de Biden, o então presidente disse estar reunindo provas para avaliar as opções legais e impedir a posse do candidato eleito. Mesmo sem provas, Trump afirma que o envio de votos pelo correio é corrupto e destruiu o sistema eleitoral dos Estados Unidos.

Donald Trump, ordenou na segunda-feira (9) que agências governamentais bloqueiem a transição para o novo governo. Administração de Serviços Gerais, agência que dá acesso aos 6,3 milhões de dólares em fundos de transição para a equipe de Biden, reluta em assinar a averiguação que aceita o novo presidente, já que o ato marcaria o primeiro reconhecimento formal do governo Trump de que Biden de fato venceu as eleições.

Segundo porta-voz da Agência de Assuntos Veteranos, “há um processo em andamento que é guiado por lei e vamos aguardar a conclusão desse processo”.

A Lei de Transição Presidencial dos Estados Unidos não especifica quais fatores devem ser considerados para determinar o vencedor de uma eleição, dando à Administração de Serviços Gerais margem para atuar como achar melhor.

Durante toda campanha, Trump repetiu diversas vezes que não aceitaria a derrota, e que estava determinado a permanecer no comando, independentemente do que dissessem as autoridades eleitorais.

 

O que acontece se Trump se recusar a sair da casa Branca?

 

Caso ocorra essa possibilidade, os militares estariam encarregados de impedi-lo de permanecer no cargo e simplesmente o expulsariam da Casa Branca.

Os militares juram fidelidade à Constituição, não ao político atualmente no cargo. E quem é o militar de mais alto escalão no país no momento, o general Mark Milley, chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, disse repetidamente que os militares não terão nenhum papel nesta eleição.

Em resumo, apesar do anúncio da vitória de Joe Biden após a contagem dos votos, o apelo de Donald Trump à Suprema Corte e solicitação de recontagem de votos em alguns estados não oficializa Biden como presidente eleito. Os resultados eleitorais dos Estados Unidos só se tornam oficiais quando cada Estado emite sua certificação final do pleito, o que ainda deve ocorrer nas próximas semanas.

Em meio a essa incerteza, alguns líderes mundiais não cumprimentaram Biden pela vitória, com destaque para os líderes da Rússia, China, Coreia do Norte e Brasil.

 

Quer ficar por dentro das principais notícias da semana? Assista ao Plantão JN.

 

Fontes:
https://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/2020/11/09/trump-nao-tem-intencao-de-admitir-a-derrota-diz-campanha.htm
https://veja.abril.com.br/mundo/trump-orienta-agencias-governamentais-a-rejeitarem-transicao-de-biden/
https://www.bbc.com/portuguese/internacional-54867053
https://www.bbc.com/portuguese/internacional-54872910
https://www.bbc.com/portuguese/internacional-54896434
https://www.bbc.com/portuguese/internacional-54876685
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *