Ministério da Economia apresenta cronograma para 9 privatizações em 2021

O Ministério da Economia apresentou durante a reunião do Conselho do Programa de Parcerias e Investimentos (PPI), o cronograma de privatização de 9 empresas estatais em 2021. São elas: Correios, Eletrobras, Emgea, Ceasaminas, ABGF, CBTU, Nuclep, Trensurb e Codesa. Da lista, os ativos que mais chamam a atenção são Correios (que trouxemos aqui sobre sua privatização em um plantão JN de algumas semanas atrás) e a Eletrobras.

Vamos lá, por quê o governo opta por privatizar uma empresa estatal?

– Para que o Estado brasileiro consiga sanar suas contas

– Otimizar a atuação da empresa

Ou seja, é basicamente o reconhecimento de que o Estado não é capaz de gerir tudo. E o apagão no Amapá durante 22 dias, reforça a necessidade de privatização da Eletrobras. Segundo o secretário de Desestatização, Diogo Mac Cord, o governo espera atrair até 60 bilhões de reais em investimentos com a venda da empresa.

É…. não chega aos pés do patrimônio do Elon Musk, mas já dá uma ajuda nas contas brasileiras.

 

Quer ficar por dentro das principais notícias da semana? Assista ao Plantão JN.

 

Fonte: https://veja.abril.com.br/economia/os-desafios-e-prioridades-do-governo-na-agenda-de-privatizacoes-de-2021/

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *