Corrida pela Vacina da COVID-19

O vírus que mexeu com a economia do mundo inteiro segue ganhando manchetes. Na Europa, a segunda onda já fez com que França e Alemanha decretassem um novo Lockdown, além do toque de recolher na Itália. Mas, nessa semana, o destaque vai pela corrida pela tão esperada vacina.

A Rússia anunciou na última quarta-feira (11) que a vacina Sputnik V apresentou uma taxa de eficácia de 92%.  A taxa de eficácia representa a proporção de redução de casos entre o grupo vacinado comparado com o grupo não vacinado.

O teste conta com o total de 40 mil voluntários, no qual 20 mil já foram vacinados. Apesar dos dados de eficácia terem sido divulgados após 20 casos confirmados de COVID-19, a pesquisa não informou quantos dos voluntários infectados haviam tomado a primeira dose da vacina e quantos haviam recebido placebo.

O anúncio russo foi feito dois dias depois da Pfizer e a BioNTech anunciarem  que sua candidata a vacina contra a Covid-19, a BNT162b2, teve mais de 90% de eficácia, entres os mais de 43 mil voluntários pelo mundo.

A análise foi realizada após 94 voluntários testarem positivo para o coronavírus. Ou seja, uma eficácia de 90% significa que num grupo de 94 pessoas infectadas, no máximo 8 receberam a vacina.

Pfizer e BioNTech têm um contrato de US$ 1,95 bilhão com o governo dos EUA para entregar 100 milhões de doses de vacinas a partir deste ano. Eles também fecharam acordos de fornecimento com a União Europeia, Reino Unido, Canadá e Japão. Não foi divulgada nenhuma informação sobre alguma possível negociação com o Brasil.

A BNT162b2 foi o primeiro medicamento a apresentar dados bem sucedidos de uma vacina contra a Covid-19 e a notícia foi comemorada em grande escala, desde os laboratórios de pesquisa até o mercado financeiro.

Quer ficar por dentro das principais notícias da semana? Assista ao Plantão JN.

 

Fontes: https://g1.globo.com/bemestar/vacina/noticia/2020/11/11/russia-diz-que-vacina-contra-covid-sputnik-v-e-92percent-eficaz-segundo-analise-preliminar-da-fase-3.ghtml
(https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2020/11/09/pfizer-diz-que-analise-inicial-mostra-que-vacina-de-covid-19-e-90-eficaz.h/
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *