Tipos de Empreendedor

O que vem na sua cabeça quando você escuta o verbo EMPREENDER? Seja o que for, tenho duas notícias para te dar: uma notícia boa e uma outra não tão boa assim.

Vamos começar pelo pior. Infelizmente o empreendedorismo ainda é quase que um tabu aqui no Brasil. Crescemos numa sociedade moldada para seguir o caminho tradicional: estudar, entrar na faculdade, arrumar um bom emprego e se aposentar após longos anos.

Boa notícia

 

A Jovens nasceu para mudar esse conceito, justamente por acreditar que o caminho tradicional não é o único. Acreditamos que tão importante quanto formar empregados é formar empregadores e por isso temos a missão de tornar o empreendedorismo algo natural na escolha dos brasileiros.

Quando o assunto é empreender, muitas pessoas dizem não ter ideia e criatividade para começar um negócio. De fato, empreender é começar um negócio novo. Acontece que o novo nos remete a algo que desconhecemos, que ainda não existe para nós e , por isso, acaba sendo a principal trava para muita gente, gerando a elas o senso comum de nem todo mundo tem perfil para empreender.

José Dornelas, especialista em empreendedorismo, classifica os empreendedores em seu livro Empreendedorismo para Visionários. Dornelas busca mostrar  que o comportamento empreendedor pode existir em várias pessoas, independente da atividade dela.

Por isso, hoje vamos tirar de vez da sua cabeça de que empreendedorismo não é para você te mostrando os tipos de empreendedores mais comuns no Brasil.

 

 

  • O Informal – Opta pelo empreendedorismo por necessidade, para a sua sobrevivência. Não tem visão a longo prazo, trabalha para garantir o suficiente para viver.

 

  • O Cooperado – São empreendedores que possuem poucos recursos e por isso optam por se ligar a uma cooperativa. Sua meta é crescer até pode ser independente.

 

  • O Individual – Apesar de ser um perfil que ainda está muito ligado a sobrevivência, esse empreendedor já começa a estruturas uma empresa, se formalizando através de uma MEI. Apesar disso, esse empreendedor ainda não pensa muito a longo prazo.

 

  • O Franqueado – Ainda existem discussões sobre o franqueado ser de fato um empreendedor. Mas iniciativa de comandar o próprio negócio deve ser levada em conta. Empreendedores com esse perfil buscam uma renda mensal média e o retorno do investimento.

 

  • O Social – O empreendedor desse perfil tem a vontade de fazer algo pelo mundo e a ganhar dinheiro através dessa iniciativa. O Objetivo é mudar o mundo e inspirar outras pessoas a fazerem o mesmo.

 

  • O Corporativo – Também conhecido com intraempreendedor é o funcionário que empreende novos projetos na empresa que trabalha.

 

  • O Público – Mesmo perfil do corporativo, porém este atua para um setor governamental. Ainda existem muitos funcionários públicos preocupados em utilizar melhor recursos e inovar nos serviços básicos.

 

  • O do Conhecimento – Aquele que utiliza de seu profundo conhecimento em algo e monetiza essa habilidade, seja dando aulas, mentorias ou consultorias.

 

  • O do Negócio próprio – É o empreendedor que costuma abrir um negócio próprio por estilo de vida ou porque pensa grande. Este empreendedor pensa a longo prazo. Além de buscar autonomia financeira tem o desejo de deixar um legado.

Você não precisa criar um produto totalmente inovador para ser um empreendedor. Você pode vender um produto que já está no mercado, mas oferecendo uma experiência nova ao cliente. Empreender é basicamente identificar uma solução onde algumas pessoas enxergam um problema.

1 responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *