Você pode estar correndo um risco sem saber!

Caso você invista apenas no Brasil, cuidado! Você está correndo um risco que você nem sabe que existe.

Calma, não é motivo para pânico, vou explicar.

Quando alguém comenta sobre as vantagens de investir fora do país, o senso comum está relacionado exclusivamente com o fato de ter dólar na carteira, porém existem muitos outros motivos tão importantes quanto, para você ficar atento caso invista o seu dinheiro todo no mercado nacional.

Então vamos ver 3 motivos para investir fora do país:

Diversificação

 

O segundo mandamento dos investidores é “diversificarás os seus ativos”, já que a primeira é “não esquecerás da reserva de emergência”. A diversificação é a principal forma de diminuir riscos.

 

Porém você não precisa se limitar a diversificação de ativos, de empresas ou de setores. Que tal ir um pouco mais além e entrar na diversificação de países?

 

Dessa forma é possível diminuir ainda mais os riscos, comparado a uma pessoa que investe apenas no mesmo país.

Renda em dólar

Esse é o que a maioria das pessoas já sabe. Quem nunca ouviu alguém perguntar “e aí? O dólar sobe ou cai?”. É impossível ter certeza suficiente para responder essa pergunta com propriedade, porém é possível analisar o que a história nos conta.

 

O fato é que em 1994, um dólar valia exatamente um real, difícil imaginar como seriam esses tempos né? De lá pra cá a moeda americana se valorizou 455% (na cotação atual) nesses 27 anos, uma taxa média de crescimento anual de 6,55%.

 

Quem não gostaria de um rendimento desse né?

Risco político

 

Aqui está o x da questão.

 

Nas últimas semanas vimos como o governo pode interferir nos resultados da bolsa de valores. Isso é o maior exemplo do que é o risco político.

 

É o risco e a fragilidade que um mercado sofre com as decisões políticas. No Brasil, uma pessoa é capaz de anunciar alguma novidade e causar alterações bruscas no valor das ações.

 

E o detalhe é que nem sempre essas decisões refletem no valor do câmbio, ou seja, você até pode ter dólar guardado no colchão, no porquinho e até na cueca, mas você continua correndo esse risco.

 

Porém quando parte do seu dinheiro está investido em empresas norte americanas, por exemplo, você diminui o possível impacto desse risco no seu patrimônio.

Portanto, alocar o seu dinheiro em outros países é muito mais do que proteger a sua grana do dólar. Até porque, o maior risco de todos é não conhecer os riscos que está correndo.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *